10 passos para seu TCC não virar um pesadelo

Olá pessoal!

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e a Monografia representam os principais requisitos para formação, respectivamente, dos graduandos e pós-graduandos de vários cursos universitários.

A realização do TCC, exigido para a aprovação no curso, pode representar mais uma dificuldade a ser enfrentada, assim como o esgotamento físico e mental sentido durante todos os anos de estudo, e gerar estresse e sentimentos negativos que, junto com as atividades laborais e acadêmicas, interferem nas relações familiares, sociais e de trabalho.

A enfermeira Mônica Gonçalves dos Santos, quando estava na graduação, pesquisou a percepção dos graduandos de enfermagem sobre o TCC e verificou que os sentimentos mais apontados se referiam à ansiedade e ao medo de não conseguir cumprir os prazos estabelecidos, conforme as narrativas coletadas.

“[…] Em relação aos sentimentos, a gente fica preocupado por que não tem tempo para fazer, fica angustiado e fica com ansiedade de ir logo para pesquisa de campo e não pode porque tem a parte teórica e a parte de documentação. Ansiedade e nervosismo […]”

[…] Em relação aos sentimentos, muito nervosismo, estresse, ansiedade e achar que não vai conseguir […]”

“[…] Indignação, raiva, cansaço, vontade de não fazer, mas, depois que eu comecei a me aprofundar mais, eu me interessei […]”

“[…] O desespero, a angústia, parece que você nunca vai conseguir, a ansiedade, o nervosismo […]”

“[…] No princípio vontade de fazer, depois raiva, frustração e orgulho no final […]”

Portanto, o TCC se transforma em sofrimento porque é visto somente como uma obrigação e, também, pelas dificuldades relacionadas a definição de uma pesquisa inovadora, falta de familiaridade com o assunto escolhido, pouco conhecimento sobre a metodologia científica e, acima de tudo, falta de tempo.

Aqui estão algumas dicas para enfrentar esse desafio:

1 – Inicie o quanto antes

Inicie, de preferência, um ano antes (se der, inicie ainda mais cedo). Não suponha que é muito tempo, pois os semestres passam muito rapidamente, passam voando.

2 – Escolha um tema que te encante, fascine

Você terá mais vontade para estudar o assunto e se dedicará mais. O trabalho se desenvolve suavemente, sem obstáculos, e a sua elaboração passa a ser prazerosa.

Para isso, primeiro escolha uma área, por exemplo, Enfermagem em Pediatria. Depois escolha uma linha específica da Pediatria: Pré-escolar. Na sequência, estabeleça um contexto específico para trabalhar com o tema:  Comportamento familiar. Por fim, defina a abordagem, ex.: A influência da escola no comportamento familiar de crianças em idade pré-escolar.

3 – Pesquise sobre o tema

A pesquisa bibliográfica promove o aprendizado e o crescimento profissional. Determine uma rotina de leitura com dias e horários preestabelecidos. Saiba das novidades a respeito do tema e faça pesquisas de qualidade, pois isso também será apreciado pela banca examinadora.

4 – Procure um orientador especial

Que tenha experiência no tema escolhido para contribuir na construção da pesquisa e aquele com quem você tem afinidade, Afinal, será um longo relacionamento. Saiba que ele fará uma certa pressão para mobilizá-lo a atingir a meta e cumprir o prazo.

5 – Programe cada fase de execução

Seguir o planejamento evita atropelos e exaustão no final. O cronograma deve ser cumprido à risca. Para isso, peça a compreensão da família e dos amigos, pois o período de elaboração do TCC exigirá muito de você. Os amigos que me perdoem, mas O TCC é fundamental!

6 – Estude a metodologia indicada

Para cada tipo de pesquisa existe um desenho metodológico mais adequado à natureza do problema que será analisado. Estude e troque ideias com o seu orientador.

7 – Informe-se sobre as normas que devem ser seguidas – ABNT ou Vancouver

Esteja atento aos quesitos técnicos como, redação, ortografia, e as regras de formatação estabelecidas. Não deixe a formatação somente para o final, pois isso será um grande problema a ser resolvido em cima da hora.

8 – Tome cuidado com o plágio

Não utilize conteúdo que não é seu sem citar o autor. Isso é PLÁGIO, portanto, CRIME. No Código Penal Brasileiro, no Título que trata dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual, consta a previsão de crime de violação de direito autoral – artigo 184 = Violar direito autoral: Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa.

9 – Tenha o arquivo gravado em mais de um dispositivo

Faça backup – cópia de segurança – do seu trabalho para que possa ser restaurado caso ocorra uma adversidade. Use pen drive, HD externo, nuvem ou qualquer outro recurso. Os dados são seu maior patrimônio.

10 – Faça um trabalho impecável

O TCC pode representar mais do que a conquista do diploma. Ele poderá ajudá-lo a construir sua identidade profissional, abrir portas no mercado de trabalho e, por meio do conhecimento de um determinado assunto, transformá-lo em empreendedor, abrindo seu próprio negócio.

O TCC e seu futuro profissional

Segundo Juvenal Tadeu Canas Prado, professor de metodologia, para obter sucesso na realização do TCC, do ponto de vista conceitual é preciso comprometimento pessoal acadêmico com a sua futura profissão e, principalmente, é necessário entender que seu trabalho de conclusão de curso pode e deve colaborar para a sua futura profissão, de maneira direta e/ou indireta, gerando mudanças positivas na vida da sociedade.

E, do ponto de vista operacional, é necessário gostar do tema que se está pesquisando, ter uma boa relação com o orientador, entender que o TCC deve ser um agregador de competências em sua formação, bem como deve existir uma rotina de estudos com horários definidos, além do cronograma referente aos prazos acadêmicos, levando em conta a sua vida profissional prévia e pessoal.

Conclusão

É necessário que você consiga enxergar a importância do TCC ou da Monografia e o quanto eles são essenciais no mundo acadêmico enquanto pesquisa científica, para auxiliar e influenciar as práticas de saúde.

A pesquisa científica faz parte do desenvolvimento do indivíduo, pois é por meio dos questionamentos e das investigações que se obtêm conhecimentos, que conduzem a novas descobertas.

Compartilhe o artigo com seus amigos:



SE VOCÊ É ENFERMEIRO, TÉCNICO OU ESTUDANTE DE ENFERMAGEM, FAÇA PARTE DA NOSSA LISTA DE LEITORES!

Cadastre seu email para receber gratuitamente nossos artigos, matérias e atualizações!

Nós respeitamos sua privacidade e jamais enviamos spam!

Prof. Dra. Elizabeth Galvão
Doutora em Ciências (EEUSP), pós-graduada em Administração Hospitalar (UNAERP) e Saúde do Adulto Institucionalizado (EEUSP), especialista em Terapia Intensiva (SOBETI) e em Gerenciamento em Enfermagem (SOBRAGEN). É professora titular da Universidade Paulista no Curso de Enfermagem, e professora do Programa de Especialização Lato-sensu em Enfermagem em Terapia Intensiva e Enfermagem do Trabalho na Universidade Paulista.
Prof. Dra. Elizabeth Galvão on Linkedin

Send this to a friend