Pós-graduações e especializações em Enfermagem

Olá pessoal!

Fim de ano e, para muitos, fim do curso de Enfermagem.

No final de semana passado, participei de uma reunião comemorativa dos 30 anos de formatura da minha turma. Revi grandes amigas e amigos da faculdade, revivemos histórias, matamos saudades, e nos atualizamos sobre o que cada um está fazendo. Foi sensacional.

Durante aquele encontro, aproveitei que estava em um grupo tão experiente de enfermeiros, e fiz a eles a pergunta que meus alunos tanto me fazem a todo instante: qual pós-graduação – lato sensu (especialização) fazer para ter melhor empregabilidade?

A gerente de Enfermagem da Casa de Saúde de Santos, Isabel Soeiro, diz que as principais áreas são: Unidade de Terapia Intensiva (UTI) – Geral, Cardiológica e Neonatal, Clinica Médica – Saúde do Adulto, Gerontologia, Centro Cirúrgico, Obstetrícia e Dermatologia – Tratamento de Feridas.

A professora Mestre em Saúde Coletiva, Kátia Abranches, acredita que Especializações em Saúde Coletiva e Saúde da Família (PSF) também são boas opções, uma vez que a atenção primária deve ser o foco da saúde no País.

A Coordenadora das Unidades de Saúde da Região Central Histórica e da área continental de Santos, também especialista em saúde pública, Aldeídes Alves Azevedo, diz que a Saúde Coletiva abre muitas perspectivas, uma vez que tem características generalistas e voltadas à gestão.

O enfermeiro Joaquim Aleixo, que atua em Brasília, concorda com a Profa. Kátia, e diz que a Saúde Pública e Saúde da Família são boas escolhas, mas que a Especialização em Neonatal é a que oferece melhores perspectivas a curto prazo.

A diretora do Pronto Socorro Central de Santos, Silvia Zarin Oliveira, que dedicou sua vida profissional ao pronto atendimento, acha importante a Especialização em Atendimento Pré-Hospitalar (APH), UTI e Emergência. Também acredita na importância da Administração Hospitalar ou Gerenciamento.

A enfermeira Célia Maria Alves Giangiulio, que foi Chefe da Seção do Programa de Internação Domiciliar (PID) e hoje atua no Hospital Guilherme Álvaro, é especialista em UTI e diz que UTI e Gerontologia são opções boas para quem gosta realmente do cuidado direto.

Faça o que você gosta

Independente do tipo de área que é mais cobiçada por gestores e supervisores, você deve fazer aquilo que realmente gosta.

Você deve levar em consideração que a região Sudeste é a que concentra o maior número de hospitais, clínicas, postos de atendimento, laboratórios  e empresas que contratam enfermeiros. Mas é, também, a região com o maior número de profissionais, tornando o mercado muito saturado e extremamente competitivo.

Por esse motivo, você deve se especializar e ser realmente “o cara” naquilo que faz.

Além da pós-graduação lato sensu, existe a pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), que abre oportunidades para quem visa a vida acadêmica.

Atualmente, existe o Mestrado Profissional (MP) que é uma modalidade de pós-graduação stricto sensu visando a qualificação profissional.

Segundo a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) O Mestrado Profissional é uma modalidade de Pós-Graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais, nas diversas áreas do conhecimento, mediante o estudo de técnicas, processos, ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho”.

Outra opção também é a Residência em Enfermagem, um curso de pós-graduação lato sensu que objetiva o treinamento em serviço, de forma a articular o conhecimento teórico e a ação de cuidado, qualificando profissionais a partir da realidade prática, e que foi abordada pelo Professor Fabio Carbogim neste post aqui.

A educação em Enfermagem, tanto na graduação quanto na pós-graduação, ocupa uma posição crucial no processo de desenvolvimento e atualização da atenção oferecida à saúde da população, pois tem a função de capacitar e qualificar profissionais para atender às complexas e diversas demandas do setor de saúde, e à conquista de metas para a construção de conhecimentos significativos e inovadores.

Portanto, jamais pare de estudar e de se aperfeiçoar.

Compartilhe o artigo com seus amigos!

SE VOCÊ É ENFERMEIRO, TÉCNICO OU ESTUDANTE DE ENFERMAGEM, FAÇA PARTE DA NOSSA LISTA DE LEITORES!

Cadastre seu email para receber gratuitamente nossos artigos, matérias e atualizações!

Nós respeitamos sua privacidade e jamais enviamos spam!

Prof. Dra. Elizabeth Galvão

Doutora em Ciências (EEUSP), pós-graduada em Administração Hospitalar (UNAERP) e Saúde do Adulto Institucionalizado (EEUSP), especialista em Terapia Intensiva (SOBETI) e em Gerenciamento em Enfermagem (SOBRAGEN). É professora titular da Universidade Paulista no Curso de Enfermagem, e professora do Programa de Especialização Lato-sensu em Enfermagem em Terapia Intensiva e Enfermagem do Trabalho na Universidade Paulista.


Prof. Dra. Elizabeth Galvão on Linkedin

Send this to a friend